Latest News

Dropdown Menu

Slider Area 1

Slider Area 2

Slider Area 3

Category 1

Category 2

Advertise Space

Category 3

Category 4

Category 5

Latest News

O prefeito eleito de Amparo (SP), Luiz Oscar Vitale Jacob, anunciou na tarde de terça-feira (4) o nome de mais quatro novos secretários de seu governo. Os nomes foram apresentados em uma reunião realizada com os presidentes dos partidos que apoiaram a sua candidatura. Com o anúncio, já estão definidas seis secretarias.

Ricardo Bulgari (Sec. da Fazenda), João Augusto (Sec. Ass. Social), Celso Manzolli (Sec. Des.Economico,
Patrimônio Cultura e Turismo) e Magda Bellix (Sec. Educação).
Para secretário da Fazenda, Jacob anunciou o nome de Ricardo Bulgari. O novo secretário é formado em administração pública (FGV/SP); Pós-graduado Gerente de Cidades (FAAP/SP); Mestre em Administração Gerencial. Foi Secretário Municipal de Administração, e Superintende de Autarquia de Saneamento em Amparo/SP. Secretário Municipal da Fazenda e Controlador Geral do Município de Paranaguá-PR. 

Jacob também apresentou o nome de Celso Manzolli para ocupar a Desenvolvimento Econômico, Turismo e Patrimônio Cultural. Manzolli tem 50 anos, graduado em Direito pela Universidade São Francisco. Foi eleito vereador em 2004 e reeleito em 2008. Atualmente é o Corregedor substituto do Legislativo Amparense e vice-prefeito eleito de Amparo.

Para secretário de Assistência Social e Cidadania, o prefeito eleito escolheu João Augusto Alamino de Souza Campos que tem 31 anos. Cursou sociologia na Universidade Federal de São Carlos (SP). Ocupou o cargo de coordenador do Departamento de Ambulâncias da prefeitura de Amparo (2003 a 2008). Atualmente é coordenador regional do PCdoB e assessor do Sindicatos do Metalúrgicos de Jaguariúna e região.

Jacob também anunciou o nome de Magda Teresa Bellix para ocupar a Secretaria da Educação. Magda tem 60 anos é graduada em Letras e Pedagogia e pós-graduada em psicopedagogia. Atualmente exerce o cargo de secretária da Educação da Cidade de Pedreira (SP), desde o ano de 2001.

Os outros dois

Na semana passada, Jacob anunciou os nomes dos secretários Michele Rosin que ocupará a pasta da Saúde e Paulo Marinho que ficará responsável por Obras, atualmente Secretaria do Desenvolvimento Urbano.
Fernão Dias confirma que esteve em festa,
 mas nega pedido de votos

A Justiça Eleitoral de Bragança Paulista (SP) decidiu cassar o registro de candidatura do prefeito eleito, Fernão Dias (PT), e do seu vice. Os dois também não poderão participar de outras eleições por oito anos. Quem deve ser diplomado como novo prefeito da cidade é o segundo colocado no pleito de 7 de outubro, Renato Frangini (DEM).

A ação foi proposta pela coligação do candidato democrata, aliado do ex-prefeito Jesus Chedid, que entregou um vídeo de um churrasco realizado em um clube da cidade dois dias antes das eleições. A festa foi organizada para comemorar o aniversário de profissão de um aliado político do candidato Fernão Dias, que esteve presente no local junto com o vice. Mas no evento, houve discursos políticos pedindo votos para o petista.

Na sentença, o juiz eleitoral disse que há provas de que os acusados transformaram uma festa particular em comício com a livre distribuição de comida e bebida, o que caracteriza abuso de poder econômico.

A decisão diz ainda que o fato pode ter interferido no resultado da eleição, já que na festa estavam entre 70 e 80 pessoas e a pleito foi decidido por uma diferença de 21 votos. Fernão Dias teve 32.605 (38,07% dos votos válidos) contra 32.584 (38,05%) de Frangini.

Fernão Dias admitiu que esteve na festa, mas negou que tenha pedido votos. "Estive na festa, parabenizando, na condição de convidado da festa, cumprimentei algumas pessoas, obviamente. Fiz uso da palavra, agradeci o convite, mostrei a cara, como diz assim, e fui embora. Foi só isso a minha participação. Absolutamente mais nada", disse.

O mais votado disse que vai recorrer da decisão, mas o juiz determinou na sentença que mesmo com o recurso, Fernão Dias não terá direito a efeito suspensivo da decisão em primeira instância. Ou seja, enquanto o caso estiver em andamento, quem assume é mesmo o segundo colocado nas eleições. A diplomação do prefeito eleito está marcada para o dia 19 de dezembro e a posse no dia primeiro de janeiro.

Com informações Rede Vanguarda
Na segunda-feira (3), a Justiça Eleitoral Dra. Fabíola Brito do Amaral, emitiu parecer aprovando as contas de campanha do prefeito eleito de Amparo (SP), Luiz Oscar Vitale Jacob (PSDB).

De acordo com o despacho emitido pela juíza, Jacob “apresentou as contas relativas à sua campanha dentro do prazo legal, com movimentação financeira, comprovando a abertura de conta específica de campanha, apresentando também os extratos bancários de todo o período”.

A juíza também aprovou todos os recursos financeiros utilizados pelo então candidato. “Transitaram devidamente pela conta bancária, assim como doações estimadas em dinheiro foram devidamente lançadas e descritas”.

E concluiu dizendo: “aprovo as contas apresentadas pelo candidato Luiz Oscar Vitale Jacob, referentes à campanha para o cargo de Prefeito, nas eleições 2012, no município de Amparo”.

A aprovação das contas de Jacob está de acordo com os termos do artigo 51, I, da Resolução nº 23.376/2012, do Tribunal Superior Eleitoral.
De acordo com levantamento realizado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro, sobre a qualidade de vida de todos os municípios brasileiros, o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, divulgado no último final de semana, aponta Amparo (SP) como o 4º melhor município para se viver do país.

Índice Firjan aponta Amparo como a 4ª melhor cidade para se viver do país
Em relação ao mesmo levantamento realizado no ano passado, Amparo melhorou 15 posições no ranking - que apontava o município como 19º melhor - alcançando um índice 0,9259, em um escala de 0 a 1.

O IFDM avalia indicadores de saúde, educação e emprego e renda, sendo que este último quesito o que teve melhor oscilação. No indicador divulgado no ano passado, Amparo tinha nota 0,7792 de emprego e renda, agora a cidade recebeu nota 0,8748.

Recentemente o jornal Folha de São Paulo publicou uma reportagem que cita a abertura de pequenas empresas, ampliações em indústrias tradicionais e o foco na produção de cafés especiais transformaram Amparo em um polo regional de serviços. Ainda de acordo com o jornal em 2001 a cidade possuía 91 empresas, em dez anos esse número cresceu 480% passando para 529 empresas regularizadas.

Na região, Amparo também ficou em primeiro lugar a frente de todos os demais municípios como Itapira (100º), Pedreira (278º), Águas de Linodóia (534º)e Serra Negra (930º) e Monte Alegre do Sul (973º).

Para conferir os indicadores do IFDM clique aqui.
Com a presença de autoridades de Amparo (SP) e região, foi inaugurado na tarde de sexta-feira (30), na Rua Osvaldo Cruz, 209, centro, o CEJUSC - Centro Judiciário de Solução e Conflitos e Cidadania.

O CEJUSC, é um ambiente mais acolhedor e menos formal que o dos fóruns, o cidadão poderá, sem custos e de forma mais rápida, buscar a solução de seu conflito por meio de acordo com a parte contrária, através de sessões realizadas por conciliadores e mediadores capacitados, devidamente orientados e supervisionados pela juíza coordenadora. O local receberá demandas pré-processuais (casos que ainda não chegaram à Justiça) e processuais (que já possuem ações judiciais em andamento) nas áreas cível, previdenciária, de família e fazenda pública. Além disso, o Centro também prestará serviços na área de cidadania, prestando orientações aos cidadãos. 

Dra. Fabíola, presidente da Câmara Municipal de Amparo Rogério Catanese, prefeito Paulo Miotta e o
desembargador Vanderci Alvares
O primeiro CEJUSC do Estado foi inaugurado na capital paulista em novembro de 2011. Outros 43 Centros já foram inaugurados no interior do Estado. A meta do Tribunal de Justiça de São Paulo é chegar a 200 Centros instalados até o final de 2013.

Na abertura, a juíza de direito da 2º Vara Judicial e coordenadora do Centro Judiciário de Solução e Conflitos e Cidadania, Fabíola Brito do Amaral disse que naquela hora nascia o CEJUSC de Amparo.

Fabíola não deixou de agradecer os funcionários, os parceiros da cultura e paz e o TJ que não mediram esforços para a realização deste sonho. Agradeceu todos os vereadores da Câmara Municipal de Amparo através dos três vereadores presente, o presidente da Câmara Municipal Rogério Catanese, Mário Ancona e professor Herculano que se dedicaram para autorizar a Prefeitura Municipal de Amparo a celebrar convênio e termos aditivos permitindo assim a locação do imóvel ocupado pelo CEJUSC através da Lei nº 3.681 de 9 de maio de 2012. “É um sonho que merece ser vivido pela população de Amparo”, disse a juíza.

Em poucas palavras e com um discurso curto, o prefeito Paulo Turato Miotta agradeceu a Câmara Municipal de Amparo na presença do presidente Rogério Catanese e do ex-presidente Mário Ancona. “Tenho orgulho em dizer que nossa administração serviu de diálogo entre o executivo e legislativo por esta postura”, disse Miotta.

O prefeito enfatizou que a independência do judiciário é fundamental para a democracia nacional.

Representando o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo desembargador Ivan Ricardo Garisio Sartorio, o desembargador Vanderci Álvares agradeceu os parceiros que colaboraram com a obra, frisando que o Tribunal não tem medo de parceiros, por que são parceiros transparentes. “São 82 milhões de processos que estão tramitando na justiça do país. Vinte milhões só em São Paulo”, disse. Para ele, não adianta aumentar o número de juízes e funcionários, é preciso buscar através desta ferramenta que é o CEJUSC novas conciliações. 

Com informações Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal

Category 7

Ads Place 970 X 90

Category 8

Category 9

Category 10