Header Ads

ÚLTIMAS
recent

Jacob discute junto com diretora de saúde soluções para Sanatório Ismael

Na tarde da última segunda-feira (12), o prefeito eleito da cidade de Amparo (SP), Luiz Oscar Vitale Jacob juntamente com a diretora técnica da regional de saúde de Campinas Márcia Bevilacqua, estiveram visitando o hospital psiquiátrico Sanatório Ismael que foi fechado no início de novembro. A visita foi acompanhada por membros da diretoria do hospital.

De acordo com Luciana Marson Pestana, administradora da entidade, todos os pacientes que estavam sendo tratados no hospital foram transferidos para a Clínica de Repouso Fazenda Palmeiras, localizada em Amparo. Os mobiliários também estão sendo retirados e levados para a Fazenda Palmeiras por fazerem parte do patrimônio da entidade, explicou ela.

Durante a visita Márcia Bevilacqua falou sobre diversas possibilidades para a utilização do prédio e a possibilidade de se realizar uma parceria entre o Estado e o município.

O prefeito eleito comentou sobre a possibilidade de instalação de um CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) III que funcionaria 24 horas, incluindo feriados e finais de semana, onde atenderia a região e a possibilidade de alocar setores da área da saúde que hoje funcionam em prédios alugados e de forma descentralizada.

Os CAPS possuem equipe multiprofissional – composta por psicólogos, psiquiatras, enfermeiros, auxiliares de enfermagem, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais e oferecem diversas atividades terapêuticas como: psicoterapia individual ou grupal, oficinas terapêuticas, acompanhamento psiquiátrico, visitas domiciliares, atividades de orientação e inclusão das famílias e atividades comunitárias. De acordo com o projeto terapêutico de cada usuário, estes podem passar o dia todo na Unidade, parte do dia ou vir apenas para alguma consulta.

A diretora técnica também falou sobre a adequação da estrutura do prédio, que poderia ser adaptado para a implantação do “Projeto para Pacientes Dependentes Químicos e Alcoólatras”, atendendo as demais cidades do Circuito das Águas. Essa adequação foi solicitada em reunião entre Jacob, o Deputado Barros Munhoz e o Secretário Estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri no último dia 6.

Após 57 anos Ismael paralisa suas atividades

O hospital psiquiátrico começou a ser construído no ano de 1935, mas somente em 1955 foi inaugurado. O hospital já chegou a possuir mais de 200 leitos e era considerado hospital de referência da região. Atualmente trabalhavam cerca de 120 funcionários.

De acordo com declaração do presidente da entidade Humberto Brunelli Filho os motivos que levaram ao fechamento foi devido ao Ministério da Saúde, órgão que

determina o valor das diárias pagas pelos leitos ocupados pelo SUS, não reajustar os repasses há quatro anos, com o propósito de usar o seu poder para estrangular financeiramente os hospitais psiquiátricos e implantar um outro tipo de Programa de Assistência Psiquiátrica. Brunelli afirma também que “o Ministério da Saúde tem como objetivo: fechar leitos e hospitais”.

O diretor também desmentiu que o prédio já teria sido vendido para empresários da cidade.
Tecnologia do Blogger.