Latest News

Dropdown Menu

Jacob, Carlos Alberto e Ana Maria disputarão as eleições para Prefeito de Amparo


O último sábado (30) marcou o fim do prazo para a realização das convenções partidárias que escolheram os candidatos a Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores que concorrerão nas eleições que acontecem em outubro desse ano.

Em Amparo (SP), o PSDB e o PV oficializaram as candidaturas de Jacob e Carlos Alberto para Prefeito, respectivamente. A convenção do Partido Verde foi marcada por um clima de tensão, o vereador verde teve dificuldade em encontrar apoio em meio aos políticos da cidade, durante a convenção também indicou dois nomes para vice-Prefeito, que acabaram recusando o convite. No dia 24, o PT realizou sua convenção oficializando o nome da ex-secretária de Lazer, Esportes e Turismo Ana Maria Camargo.

Convenção do PSDB
A convenção do PSDB que teve início às 15h com a presença do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, deputado Barros Munhoz (PSDB), do vereador Wadih Mutran (PP) da cidade de São Paulo e do ex-prefeito de Amparo Clésio Paiva, que declararam apoio aos tucanos.

O nome de Luis Osca Vitale Jacob foi oficializado como o candidato do PSDB para disputar as eleições de outubro para Prefeito de Amparo e seu vice será o atual vereador Celso Manzolli do PMDB.

Jacob tem 47 anos é industriário foi Chefe de Gabinete da Prefeitura e secretário de Turismo entre os anos de 1996 a 2000, vereador entre os anos de 2001 a 2008, disputou as eleições para Prefeito em 2008 e recebeu 29% dos votos ficando em 2º lugar. Atualmente é presidente do Conselho de Segurança (Conseg) de Amparo.

Jacob e Manzolli terão praticamente o apoio de todos os partidos, entre eles: PSD, PMDB, PPS, PDT, PSC, PSB, PP, PCdoB, PTC, PRP e DEM. A coligação que apoia o candidato tucano   "Amparo pode mais" deverá ressaltar o apoio que a cidade poderá receber com um prefeito do mesmo partido que o governador Geraldo Alckmin e também que a cidade pode avançar mais em todos os setores, de obras a ações sociais, como explicou.

Cerca de 72 candidatos a vereadores compõem o grupo que apoia Jacob e estão divididos em 3 coligações: PSDB/PSD/PDT, PPS/PR/PCdoB e DEM/PSB/PMDB/PTC.

Desistência de vices marcam lançamento de candidatura de Carlos Alberto

O Partido Verde confirmou neste final de semana, em sua convenção municipal, a candidatura do vereador Carlos Alberto Martins (PV) à Prefeitura de Amparo.

Carlos Alberto tem 32 anos é radialista e advogado e está em seu primeiro mandato como vereador. Neste mandato, se opôs radicalmente à administração de Paulo Miotta (PT), foi presidente da CPI da ETE, se candidatou a deputado pelo PSDC, foi suspenso de suas atividades por falta de decoro parlamentar e ainda corre o risco de perder o mandato por infidelidade partidária.

A coligação formada pelos partidos leva o nome de "Desenvolvendo Novo Futuro" e é formada por 24 candidatos a vereadores.

A decisão do PV de lançar o vereador como candidato a prefeito não repercutiu bem no meio político. Durante o primeiro semestre, líderes da oposição se reuniram com o intuito de lançar um só candidato a prefeito para enfrentar Ana Maria Camargo (PT), a candidata apoiada por Miotta.

No entanto, apesar de os principais partidos de oposição terem fechado apoio ao ex-vereador Luís Jacob (PSDB), espera-se que o candidato do PV dispute com o tucano a mesma parcela do eleitorado, o que poderia beneficiar Ana Maria.

Falta de apoio

Carlos Alberto fracassou na tentativa de juntar apoio a sua candidatura a prefeito este ano, mas decidiu mantê-la, apesar de ter remotas chances de vencer a eleição com uma coligação bastante inexpressiva.

Nas últimas semanas, o vereador garantia nas redes sociais que teria o apoio de pelo menos seis partidos políticos, mas, além do PV, sua coligação contará apenas com os nanicos PHS e PRB.

Na última eleição o PRB lançou apenas um candidato a vereador, Cláudio Simões, que teve apenas 66 votos. Já o PHS, não lançou nenhum candidato e é o partido da esposa de Carlos Alberto, a senhora Leia Moraes.

Desistências de vices
A fraqueza da candidatura de Carlos Alberto ficou ainda mais evidente no último final de semana após três pessoas de seu partido terem desistido de se candidatarem como seus candidatos a vice-prefeito.

Na quinta-feira, dia 29, o blog O Sabiá do jornalista Amaury Bertoni, que é filiado ao PV, deu como certo o nome de Riverlei Armelini (PV) na chapa de Carlos Alberto, o que foi confirmado pelo candidato a prefeito em seu perfil na rede social.

Porém no sábado (30), comentou-se que Armelini teria desistido de ser candidato a vice de Carlos Alberto e seria substituído por Karim de Oliveira (PV), filha do ex-presidente da Câmara Luiz Carlos de Oliveira, o Carlitinho (PV).

Ainda no sábado, o nome de Karim estava descartado e a vice de Carlos Alberto seria Goreti Dias (PV). No final deste domingo (1º), Carlos Alberto anunciou que Samuel Bruno (PV) será seu vice. Samuel Bruno foi candidato a vereador na última eleição, teve apenas 135 votos, amargando o 57º lugar dentre os 102 candidatos.

PT e PTB oficializam Ana Maria Camargo

No domingo, dia 24 de junho, o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) oficializaram, em convenção, na Câmara Municipal, as candidaturas à Prefeitura de Amparo da ex-Secretária de Esportes, Lazer e Cultura, Ana Maria Camargo (PT) e do vereador Raul Armindo Monti (PTB),  que concorrem, respectivamente, aos cargos de prefeita e vice, nas próximas eleições em outubro.

Ela é proveniente da cidade de São Bernardo do Campo, professora de Educação Física, casada, mãe de três filhos e vive em Amparo desde 2000.
É a primeira vez que o PT de Amparo se coliga com um partido como o PTB. Em eleições anteriores, nos anos de 1996 e 2000, fez coligação com o PCdoB.

“Cada vez + por Amparo “ é o nome da coligação aprovada, por unanimidade, durante o encontro, pelos representantes dos dois partidos.

Das 24 vagas de candidatos a vereadores da coligação, somente 20 foram preenchidas e homologadas na convenção. Isto significa que as quatro vagas restantes ainda podem ser ocupadas.

Os presidentes do PT e do PTB, José Tadeu Peixoto da Costa e José Eduardo Canina, fizeram uso da palavra, bem como o vereador José Herculano (PT) ; os candidatos a vereadores; o prefeito Paulo Miota e o ex-prefeito de Amparo, César Pagan.

Para encerrar , discursaram o candidato a vice-prefeito, Raul Monti e a candidata a prefeita, Ana Maria Camargo.
« PREV
NEXT »