Latest News

Dropdown Menu

Rafael Leopoldi | Rea Tech – XI Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade



Stand da Confederação Brasileira Paraolímpica
No último dia 13 de abril estive na Rea Tech – XI Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade que aconteceu em São Paulo.
Incrível a quantidade de stands e de pessoas interessadas passeando pela feira.

O primeiro stand que parei foi o da cidade de Socorro, que pertence ao Circuito das Águas e tem uma infraestrutura maravilhosa para atender ao turismo de inclusão. São várias pousadas com estrutura completamente adaptada para receber os deficientes físicos. Conversei com a Raquel que cuidava do stand de Socorro e ela me mostrou tudo que a cidade vem trabalhando para divulgar e receber bem o turista com qualquer que seja a deficiencia. E não é apenas receber, mas criar toda uma atmosfera onde o deficiente sinta o prazer de uma boa estadía e de poder praticar esportes de aventura. Uma verdadeira aula de cidadania.

Sheila e Cristine da AVAPE
Wilian e Wnaderley da CEAPcD - Conselho Estadual
para Assuntos da Pessoa com Deficiência
Outra ótima conversa foi com o presidente da CEAPcD – Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa com Deficiência, Wanderley M. de Assis queme falou do trabalho que eles realizam ajudando varias cidades do Estado a montarem seus Conselhos Municipais. A cidade de Amparo tem o seu e gostaria de saber como andam os trabalhos deste conselho. Vou passar essa semana por lá para conferir o trabalho deles.

Outro stand que fui muito bem recebido foi no da AVAPE – Associação para Valorização de Pessoas com Deficiencia, onde conversei com a Cristiane Ecker sobre o trabalho que eles realizam. Foram eles que trabalharam em parceria com a cidade de Socorro para adaptar a cidade para receber e tratar com respeito os deficientes. Conversamos bastante e deixamos agendado uma nova reunião para tentar traze-los para uma palestra em Amparo sobre Acessibilidade e seus beneficios para os empresarios e lojistas.

Entrada da Feira
Tudo que absorvi nesta tarde na feira serviu para ver como o mundo é muito maior e mais diverso do que imaginamos. Existe um mundo totalmente novo e desconhecido para a maioria das pessoas que é o do deficiente, e cabe a nós nos adaptarmos para vivermos em completa harmonia.

Devemos trabalhar para deixar nossa cidade apta a tratar com a mesma dignidade e respeito todas os seus cidadãos.
« PREV
NEXT »