Latest News

Dropdown Menu

Em Amparo sacolas plásticas são proibidas desde 2008

Nesta quarta-feira (25), entrou em vigor o acordo entre a Associação Paulista dos Supermercados (APAS) e o Governo de São Paulo, assinado em maio de 2011, para reduzir o uso de sacolas plásticas nos supermercados de todo o Estado.

Segundo o Governo, cerca de 30 bilhões de sacolas descartáveis deixarão de poluir o estado de São Paulo.

Em Amparo (SP), alguns supermercados chegaram a comunicar seus clientes sobre o fim das sacolas plásticas,  mas ficou decidido, após acordo entre os supermercadistas da cidade, que as sacolas não serão retiradas, e os estabelecimentos irão promover uma conscientização para a redução do consumo do material e alternativas como as ecobags (sacolas ecológicas), caixas de papelão e os carrinhos tipo de feira.

Em 2007, uma Lei aprovada pela Câmara dos vereadores de Amparo, estabeleceu que todos os estabelecimentos comerciais deveriam utilizar sacolas biodegradáveis - que se desfaz em até dois anos. A previsão para que os estabelecimentos estivessem adequado era junho de 2008. Na época, o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) distribuiu cerca de 20 mil panfletos conscientizando a população para a redução do uso de sacolas. Passado quatro anos, são raros os supermercados que cumprem a Lei.

Da redação - 26/01/2012  11:27h
« PREV
NEXT »